Pages

quarta-feira, 30 de novembro de 2011

VEJAM: NOSSOS NÚMEROS SUPERARAM TODAS AS ESPECTATIVAS

Vejam como foi nossa chegada aos 1000 acessos


Chegamos aos 1000 acessos!!!

É com muita alegria que estamos chegando aos mil visitantes em nosso blog que começou na intenção de descontrair e levar informações dos mais diferentes assunto. são 1000 visitas em 81 dias, o q dá 12,35 ao dia, sendo assim... no ritmo que vamos quando for aproximadamente daqui ha 222 anos estaremos com "UM MILHÃO DE ACESSOS!!" Vamos juntos em busca deste objetivo! Contamos com sua visita!!

Abraços e fiquem sempre a vontade!

Esta Postagem que vimos acima foi feita no dia 03/04/2010 e teve um comentário de nosso amigo e leitor Ronaldo Pacas que ve-mos abaixo

1 comentários:
Anônimo disse...
MEUS PARABÉNS PELA DEDICAÇÃO A INFORMAÇÃO.´´E UM BOM TRABALHO QUE PRECISA SER APRECIADO POR MUITOS OUTROS CEM MIL.

UMABRAÇO PACAS.

Com o passar dos tempo, nossas visitas diárias foram almentando e no dia  24/11/2011 chegamos aos 100.000(cem mil) acessos, lembrando que se tudo fosse como antes, iria-mos chegar nesses números só depois de 8016 dias após os 1000 acessos, o q iria ser aproximadamente em fevereiro de 2032. Seria muito tempo, heim? Mas, como as visitas aumentaram e fazendo agora uma previsão baseada nos números que temos, passamos da média de 12,35 ao dia para 150 visitas diarias e isso faz com que antecipasse-mos a chegada aos 1 MILHÃO de acessos por volta de setembro de 2028. Nossa!! tanto tempo assim? bem, são os números que dizem, mas é bem menos que os 222 anos que iriam levar no inicio da contagem e da forma q cairam em 21 anos a chegada aos 100 mil, vamos torcer pra que caiam tambem a chegada ao 1 milhão e para que isso aconteça, contamos com a ajuda e participação de cada um de vocês que sempre estão nos visitando e nos ajudando a fazer a cada dia, deste blog, um lugar bem visitado e aceito por todos.

De nossa parte só resta agradecer a cada um de vocês e contar sempre com a colaboração de todos!

O amor vai muito além da beleza

O amor vai muito além da beleza

Feche os olhos e tente listar, sem pensar muito, 5 características que você gostaria que seu(sua) próximo(a) namorado(a) tivesse. Aposto que uma das características que você pensou foi “beleza”, certo? Minha dedução não tem nada de mágica e não é nem um pouco surpreendente, já que a maioria das pessoas gostaria de ter a seu lado alguém bonito. Mas você já parou para pensar o quê exatamente é beleza?

Gisele Bundchen e tantas outras modelos cuja beleza é inquestionável hoje em dia seriam, tempos atrás, consideradas absolutamente sem graça. Isso porque houve uma época em que a beleza feminina estava associada às curvas corporais. Em outras palavras, bonito era ser gordinha. A beleza masculina também já sofreu muitas transformações. Se hoje os homens usam cremes para a pele, gel nos cabelos e fazem diversos tratamentos para acabar com indesejáveis gordurinhas, ser um belo homem antigamente significava não cuidar muito da aparência e sim ter um aspecto mais rude.

Beleza, então, está diretamente relacionada aos padrões vigentes em uma determinada época e cultura. Estes padrões, no entanto, quase sempre são bastante injustos com a maioria da população. Quem tem um corpo de modelo, fora as próprias modelos? Que mulher está livre das tão odiadas celulites? Que homem tem o corpo escultural em um Deus grego? Se as pessoas comuns quase sempre estão fora dos padrões idealizados, por que desejamos nos relacionar com aqueles que estejam dentro destes padrões?

Uma mulher inteligente, segura, carinhosa e bem-humorada, porém fora dos padrões estéticos vigentes, é bonita ou feia? Um homem fiel, competente, amoroso e culto, porém fora dos padrões estéticos vigentes, é bonito ou feio? O que quero dizer é que muitas vezes focamos demais em uma característica e nos esquecemos de todas as outras. Valorizamos o que está na superfície e deixamos em segundo plano o que realmente importa.

E isso evidentemente ainda dificulta a busca por um par, afinal de contas muitas pessoas encontram alguém que lhes parece perfeito, porém sua aparência física não é o que idealizaram. Muitos chegam a optar por simplesmente não se relacionar com o(a) tal pretendente, e seguem em uma busca desesperada por alguém que talvez só exista em sonhos.

Há situações ainda mais delicadas, como aquelas em que duas pessoas se conhecem e começam a se envolver, mas na hora de assumirem uma relação mais séria, uma hesita por causa da aparência física da outra. O fato de o par não estar dentro dos padrões de beleza gera o medo de críticas alheias e pode surgir até mesmo a vergonha de assumir o outro como namorado(a).

Motivo de vergonha, em minha humilde opinião, seria não enxergar além das aparências e ficar preso(a) a padrões inatingíveis. Motivo de vergonha seria deixar de ser feliz e passar a vida perseguindo um ideal de perfeição que definitivamente não é humano.

Dra. Mariana Santiago de Matos
Psicóloga

Usuários do SUS têm 3,8 vezes menos médicos do que o setor privado

Estudo feito em conjunto pelo Conselho Federal de Medicina e pelo Conselho Regional de Medicina de São Paulo mostra quem, além da concentração no setor privado, os médicos estão, na grande maioria, localizados nas regiões Sul e Sudeste

Uma pesquisa inédita, realizada pelo Conselho Federal de Medicina (CFM) e pelo Conselho Regional de Medicina do estado de São Paulo (Cremesp), mostra quem são, quantos são, e como estão distribuídos pelo país os médicos brasileiros. O estudo — Demografia Médica no Brasil — mostra dados negativos, como a concentração de médicos nas regiões Sul e Sudeste e nas capitais dos estados e o reduzido número de profissionais que trabalha no Sistema Único de Saúde (SUS), mas também traz notícias como a crescente presença feminina e o aumento proporcional da quantidade de médicos no país. Outra informação do documento evidencia com números um aspecto ja conhecido do brasileiro: usuários do sistema Único de Saúde (SUS) têm 3,8 vezes menos médicos do que o setor privado.

Os dados do estudo serão enviados a parlamentares e entregues aos ministros da educação, Fernando Haddad, e da saúde, Alexandre Padilha. A intenção é que o documento sirva de subsídio para políticas públicas de saúde e de ensino. “A publicação coincide com o surgimento de propostas do governo federal e do poder legislativo para enfrentar a escassez de médicos em áreas desassistidas”, afirma Renato Azevedo Junior, presidente do Cremesp.

A desigualdade regional é um dos principais problemas mostrados pelo estudo. A rigor, não faltam médicos no Brasil. São 371.788 para uma população de 190 milhões de pessoas. O que resulta em um número de médicos para cada mil habitantes de 1,91. A Organização Mundial da Saúde (OMS) não adota um número específico de médicos por mil habitantes, mas, segundo o documento World Health Report 2006, países com menos de 2,28 profissionais de saúde por mil habitantes (e aí estão incluídos médicos, enfermeiras e parteiras) geralmente têm problemas em atingir a meta de 80% de cobertura especializada para vacinação e partos. Com 1,5 milhão de enfermeiros, certamente o Brasil está dentro do recomendado.

Além disso, o número de profissionais não para de crescer em números absolutos e em proporcionais. Entre 1970 e 2010 houve um salto de 530% no número de médicos, enquanto a população cresceu bem menos, 104,8%. O problema é que a maioria está concentrada nos estados da região Sul e Sudeste. Enquanto no Distrito Federal e no Rio de Janeiro essa razão seja de 4,02 e 3,57 médicos por mil habitantes, respectivamente, acima dos 3,4 da Alemanha, estados como o Maranhão, o Pará e o Amapá estão abaixo do preconizado pela OMS, com índices de 0,68; 0,83; e 0,96; próximos de países africanos. No total, a região Norte possui 0,96 médico por mil habitantes e o Nordeste 1,19. A situação é parecida no Centro-Oeste, com 1,99, e no Sul, 2,03. O Sudeste tem um índice de 2,61.

O interior dos estados também está em desvantagem em comparação com as capitais. Mesmo no Maranhão, onde o índice do estado é de 0,68 médico por mil habitantes, na capital a razão salta para 2,33. Segundo o estudo, isso acontece devido ao maior número de faculdades localizadas nas capitais e também ao maior número de postos de trabalho, já que essas cidades concentram hospitais, postos de saúde, clínicas e laboratórios. Essas facilidades fazem com que o índice de médicos por mil habitantes nas capitais brasileiras seja de 4,22, mais de uma vez superior à média nacional, de 1,95.

SUS versus setor privado — De acordo com a pesquisa, existem 354.536 postos de trabalho em estabelecimentos privados de saúde para atender 46,6 milhões de usuários de planos de saúde. Seguindo essa conta, que considera o fato de que, em teoria, esses postos médicos (um médico pode ter mais de um posto de trabalho, atendendo em um hospital público e em uma clínica privada, por exemplo) podem atender usuários de todos os planos de saúde, o estudo afirma que há 7,6 postos de trabalho para cada 1.000 usuários de planos de saúde. Em comparação, o Sistema Único de Saúde, com 281.481 postos de trabalho para 144 milhões de pessoas, tem um índice de 3,8 vezes menor que o setor privado.

Mudança de perfil — Em 1910, 22% dos médicos eram mulheres. Cem anos depois, as mulheres representam quase 40% do total. Mas a tendência é que, em breve, elas ultrapassem os colegas do sexo feminino. Desde 2009, as mulheres são a maioria dos novos médicos que entram no mercado de trabalho. Em 2010, representaram 52,46% desse total.

Entre os profissionais com menos de 29 anos, elas também são maioria: 53,31%. Nos acima dos 70 anos, apenas 18,08% são mulheres. Um sinal da profunda mudança que aconteceu nas últimas décadas e que deve se aprofundar nos próximos anos.

Veja.com

Detentos custam três vezes mais

O governo brasileiro gasta três vezes mais com um detento do que com um estudante universitário. O país tem mais de 500 mil presos, cada um dos que estão presos em presídios estaduais custa aos bolsos públicos R$ 21 mil, nos presídios federais o valor chega a R$ 40 mil. Em contrapartida, a quantia gasta com os estudantes do ensino médio é de R$ 15 mil cada um.

O juiz auxiliar do Conselho Nacional de Justiça, Luciano Losekann, diz que não há como saber para onde vai esse dinheiro, já que as condições da população carcerária não condizem com o investimento.

- A gente não sabe para onde vai [o dinheiro] não existe tratamento penal, não existem agentes penitenciários suficientes.
Nos presídios estaduais, onde está a maioria dos presos do país o valor gasto com cada detento é de R$ 21 mil, quase dez vezes mais do que o investido por aluno de ensino médio ( R$ 2.300). O Plano Nacional de Educação que está em tramitação na Câmara dos Deputados quer melhorar a distribuição de dinheiro e aumentar os investimentos na educação.

A proposta do governo é elevar o investimento na área de 5% para 7% do PIB ( Produto Interno Bruto). Os movimentos sociais que analisam e lutam por uma educação melhor defendem um aumento de 5% para 10%. O PNE deve ser aprovado no ano que vem e vai definir as metas a serem cumpridas na área entre 2012 e 2022.



Fonte: Rede Record

Moda Center: Planejamento estratégico em foco


A assessora do Departamento de Recursos Humanos do Moda Center Santa Cruz, Izabel Córdova, participou na última quinta-feira (24), na cidade de Serra Talhada-PE, da 86ª Reunião Setorial da ASSERPE (Associação das Empresas de Rádio e Televisão de Pernambuco), proferindo a palestra “Quando existe um planejamento estratégico, o seu sucesso será sempre o sucesso do cliente”.

Dentre os aspectos abordados, a psicóloga pontuou o excelente trabalho desenvolvido no Moda Center Santa Cruz, que tem adotado uma postura altamente profissional no setor de Recursos Humanos.


“É sempre muito importante ressaltar a experiência que estamos desenvolvendo no Moda Center. Os empresários e colaboradores da radiodifusão pernambucana entendem que o que estamos fazendo aqui no parque é imprescindível para o sucesso dos empreendimentos. O fato do nosso trabalho estar servindo de referência para importantes órgãos como a Asserpe é louvável e ressalta a coerência da diretoria do Moda Center”, disse Izabel.


Após a palestra, que teve uma hora e meia de duração, a diretoria da Asserpe se reuniu para discutir diversos assuntos como: flexibilização da Voz do Brasil, o futuro do rádio AM, Rádio Digital e a realização do 'Fala Nordeste 2011' - maior evento da comunicação no Nordeste que será nos dias 12,13 e 14/12 no Recife.

Blog do Moda Center

Amizades na infância afetam o desenvolvimento emocional

Mais importante para os meninos, uma amizade de qualidade nessa idade ajuda a reduzir os problemas comportamentais e melhorar habilidade sociais

Desenvolvimento social: as amizades no jardim de infância ajudar a moldar as habilidades sociais das crianças (Thinkstock)
A qualidade da amizade que as crianças fazem durante o jardim de infância é fundamental para o seu desenvolvimento social – principalmente para os meninos. De acordo com um estudo publicado no periódico Infant and Child Development, essas amizades podem significar menos problemas de comportamento e melhores habilidades sociais, vistas na primeira e na terceira séries do primário.
No geral, os professores relatam que as meninas na primeira e na terceira séries têm boas habilidades sociais, independentemente da qualidade de suas amizades durante o jardim de infância. Os garotos, pelo contrário, se beneficiam claramente do bom começo que uma amizade com alta qualidade representa. “Garotos que não tinham amigos no jardim da infância tiveram mais problemas comportamentais, mas esses problemas começam a ser vistos apenas na primeira ou na terceira série”, diz Nancy McElwain, professora da Universidade de Illinois e coautora do estudo.

Pesquisa – Foram analisados dados de 567 crianças. As mães tiveram de relatar se a criança ainda no jardim de infância tinha ao menos um amigo - e a qualidade dessa amizade. Os pesquisadores compararam então o progresso de crianças que não tinha amigos, que tinham uma amizade frágil, uma amizade mediana e uma amizade forte. Os professores forneceram informações sobre problemas comportamentais no jardim de infância e na primeira e terceira séries.

“Como esperado, amizades de alta qualidade no jardim de infância que tinham como destaque cooperação e partilha, revezamento, baixos níveis de hostilidade e conflitos pouco destrutivos, deram às crianças, especialmente aos garotos, prática em interação positiva, demonstrada na primeira e terceira séries”, diz Jennifer Engle, autora principal da pesquisa.

Interação – De acordo com Nancy, os pares se tornam importantes para a criança já no jardim de infância. Os pais podem ainda ajudar a criança se tornar um bom amigo. Para isso, afirma Nancy, eles devem fazer um esforço para ajudar a criança, principalmente os garotos, a fazer amizade nessa idade por meio de encontros e outras atividades sociais.

As crianças também vão se relacionar com os amigos em maneiras mais positivas se elas tiveram experiências na família que modelem expectativas positivas, carinho e respeito. “Quando a criança aprende a esperar que as outras pessoas respondam positivamente, elas serão amigáveis e sensíveis aos demais”, diz.

Segundo a especialista, essas crianças serão também capazes de lidar melhor com suas emoções quando enfrentarem problemas. “Um conflito não é necessariamente bom ou ruim, é uma questão de como as crianças abordam seus desentendimentos com os amigos ou os pais”, diz Nancy.

Veja.com

Governo prepara medidas de estímulo ao crédito

Pimentel: "Vamos levantar um pouco as restrições de crédito que tinham sido feitas no início do ano, as tais medidas macroprudenciais" (Vanessa Carvalho/News Free/Folhapress)
O ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Fernando Pimentel, informou nesta quarta-feira que o governo deve anunciar, "no máximo até a semana que vem", medidas para estimular o crédito no país. "O que estamos discutindo e a Fazenda está preparando tem mais a ver com crédito. Vamos levantar um pouco as restrições de crédito que tinham sido feitas no início do ano, as tais medidas macroprudenciais", afirmou, após participar da solenidade de abertura da Conferência Américas +10.

Pimentel lembrou que o Banco Central (BC) já relativizou algumas destas medidas, mas afirmou que novas alterações serão realizadas. "Porque varejo é basicamente crédito", disse o ministro.

Preocupado com a perda de dinamismo da atividade econômica, o ministro da Fazenda, Guido Mantega, reuniu-se nos últimos dias, em São Paulo, com empresários e representantes de entidades ligadas à indústria e ao varejo. Mantega prometeu, por exemplo, anunciar medidas de redução tributária para o setor têxtil.

Pimentel disse que há várias ações que podem ser feitas na área do crédito, além de redução de tributo. "Pode aumentar o prazo, pode tirar a entrada no crédito ao consumidor, tem muita coisa que pode ser feita", disse.

IPI - Pimentel informou também que o governo irá publicar até o dia 15 de dezembro um novo decreto alterando as regras para o setor automotivo, anunciadas há cerca de três meses. "Será a segunda etapa do regime automotivo", explicou.

Pimentel disse que o governo irá flexibilizar as regras de cumprimento de conteúdo local para as empresas que queiram instalar fábricas no Brasil e fazer novos investimentos. As regras atuais preveem um aumento em 30 pontos porcentuais no Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) para as empresas que não cumprirem passos da produção no Brasil e não utilizarem 65% de conteúdo produzido no Mercosul. A medida encarece a tributação sobre carros importados.

O ministro disse que haverá um cronograma para uso de componentes locais e desenvolvimento de tecnologia. "Vamos mudar a forma de aferição de conteúdo local. Vai depender de cada Processo Produtivo Básico (PPB)", disse. Ele, no entanto, não quis entrar em detalhes da mudança. O novo decreto precisa ser publicado até o dia 15 de dezembro, porque, no dia 16, entra em vigor o aumento do IPI.

Agência Estado

Marcelinho Paraíba é detido em Campina Grande acusado de estupro

Ele é suspeito de estuprar uma mulher de 31 anos junto com dois amigos


Marcelinho Paraíba foi um dos destaques do Sport na temporada 2011 (Rodrigo Coca/ Fotoarena)
O meia Marcelinho Paraíba, do Sport, foi preso na madrugada desta quarta-feira com mais dois amigos acusado de estuprar uma mulher de 31 anos em seu sítio localizado no bairro Nova Brasília, em Campina Grande, sua terra natal. A suposta vítima da agressão seria irmã do policial Rodrigo do Rego Pinheiro, titular da delegacia do distrito de São José da Mata
Cerca de 30 pessoas participavam de uma festa no sítio do jogador no momento da agressão. Após receber denúncia, a polícia foi ao local e levou para a delegacia o jogador e mais dois amigos, que foram acusados de desacato a autoridade.

Marcelinho Paraíba e seus amigos foram encaminhados para a 2ª Superintendência Regional da Polícia Civil, no bairro do Catolé, onde devem prestar depoimento. Segundo a vítima, que mostrou ferimentos nos lábios, os participantes da festa haviam ingerido bebida alcoólica.

Com agência Gazeta Press

As 10 dúvidas mais comuns de consumidores



1. Como posso pagar minhas compras?Em geral, as compras podem ser pagas por meio de boleto bancário, débito em conta corrente ou cartão de crédito. As opções de pagamento, contudo, variam de loja para loja.

2. Comprei, mas não recebi o produto. O que devo fazer?O primeiro passo é entrar em contato com o serviço de atendimento ao cliente da loja on-line. O consumidor tem o direito de receber o produto ou ter o seu dinheiro de volta. Caso a loja não resolva o problema, deve-se procurar o Procon e, de forma adicional, sites especializados que reúnem reclamações e as encaminham às lojas, caso do Reclame Aqui. A chamada expectativa de compra, situação em que o consumidor realiza a operação de aquisição mas não recebe o bem, pode ser interpretada como dano moral, cabendo processo em busca de indenização.

3. Recebi meu produto, mas ele está quebrado, com defeito ou foi trocado por engano. O que fazer?O consumidor deve procurar o serviço de atendimento ao cliente e solicitar a troca do produto. A loja é obrigada, por lei, a resolver o problema no período de 30 dias. Importante: a responsabilidade de buscar o produto na casa do consumidor é do fornecedor. Portanto, o cliente não precisa se dar ao trabalho de levar o item adquirido até o local de troca.

4. A loja me informou que não tem o produto em estoque. O que devo fazer?A loja é obrigada a entregar o produto ofertado. Vale ressaltar, no entanto, que o consumidor deve ficar atento no ato da compra para textos como “Item sujeito a disponibilidade”. Nesse caso, não há como cobrar a entrega.

5. Como cancelar uma compra?Segundo o artigo 49 do Código do Consumidor, toda compra realizada pela internet pode ser cancelada no prazo de sete dias. Para tanto, basta entrar em contato com o atendimento ao cliente da loja on-line e solicitar o estorno do valor pago e a retirada do produto.

6. Como acompanhar meu pedido?A maioria das lojas on-line oferece o recurso de acompanhamento do pedido. É possível também contar com sites como e-bit e Reclame Aqui. Eles mantêm parceria com milhares de lojas e prestadores de serviços: ao efetuar uma compra, o consumidor pode informá-los sobre a operação, que passará a ser rastreada. O e-bit mantém parceria com mais de 4.000 lojas e o Reclame, com 31.000 serviços, incluindo lojas.

7. Posso comprar um produto e indicar outro endereço para entrega?O endereço que consta da fatura não precisa ser o mesmo da entrega. Portanto, é possível enviar um presente para alguém que mora em outra cidade ou estado.

8. Posso agendar o dia da entrega?A lei que obriga as lojas on-line a agendar a entrega varia de estado para estado. Em São Paulo, por exemplo, os fornecedores são obrigados a marcar data e turno da entrega (manhã, tarde ou noite).

9. Como recebo a minha nota fiscal?A nota fiscal pode ser enviada por e-mail ou acompanhar a entrega do produto na casa do consumidor.

10. Como acionar a Justiça, caso seja necessário?Se os contatos com a loja on-line não solucionarem pendências, o consumidor pode, em primeiro lugar, comunicar o Procon sobre o problema ocorrido – que tentará chegar a um acordo com o estabelecimento. Se a tentativa também fracassar, o órgão de defesa do consumidor encaminhará o caso ao Juizado Especial Cível – não há custo para o consumidor nesse processo. Nada impede, contudo, que um advogado seja contratado pelo consumidor para tratar do assunto. Para iniciar uma ação na Justiça, o consumidor terá de apresentar a nota fiscal da compra, geralmente enviada por e-mail ou entregue junto com o produto. É importante também salvar as páginas do site visitadas durante a transação: isso pode ser feito por meio do recurso print screen (botão “Print Scrn" do teclado) do Windows.

Fontes: Renato Opice Blum, coordenador do curso de direito digital da Faculdade Getúlio Vargas (FGV), e Marcos Diegues, assessor técnico do Procon-SP

Executivo ensina os cinco segredos para vender bem na internet

Quem quiser trabalhar com marketing online vai ter que desenvolver o gosto pelos números

O diretor de negócios da empresa de marketing digital Media Factory, Gabriel Kenski, ensinou nesta terça-feira (29) cinco passos essenciais para fazer boas vendas na internet. Ele foi um dos palestrantes do seminário Digitalks, em São Paulo.

Landing Page – Kenski defende que sejam usadas técnicas de performance na página onde chegam os possíveis clientes, para que ela seja bonita, elegante e confiável. Segundo ele, de nada adianta fazer uma grande divulgação do site se o layout da página parecer que o cartão do cliente vai “aparecer imediatamente nas banquinhas da Santa Efigênia”.

Fluxo de venda – Para o diretor, o site de venda deve ser pensado para ter navegabilidade agradável ao usuário.

Ter preços competitivos – Assim como no comércio físico, os usuários comparam os preços.

Condições – Pagamento facilitado e frete adequado pode pesar a decisão do cliente para o seu site.

Promoções – Trabalhar com incentivos para vendas, em especial em datas festivas, pode trazer bons resultados.

Além desses cinco passos básicos, outras soluções simples, como uma conversa por telefone com o cliente, podem ser efetivas, de acordo com Kenski.

Os resultados online são facilmente rastreáveis, segundo Kenski. E quem quiser trabalhar com marketing online vai ter que desenvolver o gosto pelos números das tabelas de resultados.

- Geralmente, o pessoal que trabalha mais com criatividade vem para trabalhar com marketing. Mas no caso de marketing online, não tem jeito: vai ter que ver números. E com os esses números será possível mensurar os resultados.

João Varella, do R7

Câmara aprova imunidade tributária para CDs e DVDs brasileiros

A Câmara aprovou, nesta terça-feira, por 395 votos favoráveis e 21 contra, o primeiro turno da emenda constitucional que prevê imunidade tributária para CDs e DVDs de música brasileira.

A proposta ainda precisa ser votada em segundo turno e seguir para o Senado antes de entrar em vigor.

A emenda constitucional tem como objetivo ampliar a comercialização da música brasileira. O autor da proposta, Otávio Leite (PSDB-RJ), explica que os CDs e DVDs devem ficar cerca de 25% mais baratos. O índice equivale a média de economia com a isenção de ISS (5%) e ICMS (uma média de 15%).

A imunidade tributária acontecerá assim como já acontece hoje com livros, jornais, periódicos e o papel destinado a sua impressão, entre outros.

"Com a imunidade tributária, o músico iniciante terá muito mais condições de se introduzir no mercado e, inclusive, vender seus CDs oficialmente, fora da informalidade", diz Leite.

A emenda constitucional vale também para os arquivois digitais, como dowloads e ring tones de telefones celulares, explica o deputado. Diz que todos devem conter "obras musicais ou litero-musicais de autores brasileiros, e/ou obras em geral interpretadas por artistas brasileiros".

A isenção dos tributos não valerá para "a etapa de replicação industrial de mídias ópticas de leitura a laser". A exceção tem como objetivo preservar a Zona Franca de Manaus, aonde se encontram as empresas do setor. Mesmo assim, deputados do Amazonas votaram contra a medida.

O deputado Pauderney Avelino (DEM-AM) explica que a falta de cobrança de tributos pode incentivar a pirataria, já que, segundo ele, a Receita Federal, não terá mais interesse na fiscalização. Ele argumenta ainda que a medida pode acabar com cerca de 8 mil empregos da região, ao incentivar a migração das empresas para outros Estados do país.

"Os CDs e DVDs deixarão de ser itens produzidos em Manaus. logicamente por sua difícil localização. Eles passarão a ser produzidos em qualquer fundo de quintal", disse Pauderney Avelino.

Diversos artistas participaram de atos no Congresso pela aprovação da proposta.

MARIA CLARA CABRAL
DE BRASÍLIA

Tráfego de computação na nuvem cresce rapidamente, diz Cisco

A fabricante de equipamentos de rede Cisco Systems afirmou que o tráfego global de dados de computação em nuvem crescerá a uma taxa anual composta de 66 por cento entre 2010 e 2015, conforme consumidores e empresas buscam acesso sem limites a conteúdo e aplicativos.

Até a metade desta década, mais de um terço de todo o tráfego de data centers será baseado na nuvem, que permite armazenagem e acesso remoto a dados, afirmou a Cisco na publicação Global Cloud Index, publicada nesta terça-feira.

O tráfego global de data centers irá avançar em quatro vezes, a uma taxa de crescimento anual composta de 33 por cento entre 2010 e 2015, segundo a Cisco.

Isso se traduz em um tráfego de dados de 4,8 zettabytes por ano em 2015. Haveria o mesmo fluxo de dados se todo homem, mulher e criança assistissem um filme completo uma vez por dia ao longo de um ano.

"O que é surpreendente é como os dados estão se movimentando atualmente, começamos com um zettabyte", disse o vice-presidente de marketing de produtos e soluções, Suraj Shetty, referindo-se a 2010, quando o tráfego anual de dados no mundo era de 1,1 zettabyte, que equivale a um trilhão de gigabytes.

"A evolução dos serviços de computação em nuvem é motivada em grande parte pela expectativa de usuários de acessar aplicações e conteúdo a qualquer momento, de qualquer lugar, com qualquer rede e qualquer aparelho", disse a Cisco.

A empresa de pesquisas de tecnologia Forrester estima que o mercado global de computação na nuvem (cloud computing, em inglês) atingirá 241 bilhões de dólares em 2020, ante 41 bilhões de dólares neste ano.

Reuters

terça-feira, 29 de novembro de 2011

Peça teatral conscientiza para a utilização dos EPI’s

O Moda Center apóia a iniciativa dos alunos do nosso parceiro Senai Santa Cruz.


A Turma 30 do Curso Técnico em Administração Empresarial estará

realizando gratuitamente nas empresas de Santa Cruz do Capibaribe, especialmente nas indústrias de confecções, uma peça teatral para conscientizar os colaboradores quanto a utilização dos Equipamentos de Proteção individual (EPI’s).

A peça é a implementação do projeto de conclusão de curso da turma. Além de ser gratuita, a encenação dura apenas 15 minutos, o que não atrapalhará a produção da fábrica. De forma lúdica, interagindo com os colaboradores, os alunos mostrarão a importância e como sevem ser utilizados os EPI’s.

O agendamento da peça teatral já pode ser feito com Fernando pelos telefones: (81) 3705-1767 ou 3731-8603.

Cabecear bola com frequência pode prejudicar cérebro, diz estudo

Cabecear bola com frequência pode prejudicar cérebro, diz estudo

Médicos americanos alertaram em um novo estudo que cabeçadas frequentes em partidas de futebol podem causar lesões cerebrais em jogadores.

Os médicos analisaram exames dos cérebros de 32 jogadores amadores e, nos exames, foram revelados padrões de danos parecidos com os encontrados em pacientes que sofreram concussões.

Os pesquisadores afirmam acreditar que existe um número seguro de cabeçadas --cerca de mil cabeçadas por ano ou menos.

Neste nível, o cérebro não sofreria lesões, mas os médicos afirmam que ainda são necessárias mais pesquisas a respeito.

Um jogador britânico da década de 1960, Jeff Astle, teria morrido em 2002, aos 59 anos, devido a problemas causados por muitas cabeçadas durante sua carreira.

Astle desenvolveu problemas cognitivos depois de anos jogando pela seleção da Inglaterra e pelo time inglês West Bromwich Albion.

A autópsia determinou que a morte do jogador foi resultado de uma doença degenerativa do cérebro causada por cabeçadas contra as pesadas bolas de futebol de couro usadas na época em que Astle jogava.

O médico que chefiou a pesquisa, Michael Lipton, do Centro Médico Montefiore, do hospital da Escola de Medicina Albert Einstein, em Nova York, afirma que as bolas usadas nos jogos atuais, apesar de serem bem mais leves do que as antigas, ainda podem causar danos.

Uma bola de futebol pode alcançar a velocidade de 54 quilômetros por hora em jogos recreativos e até o dobro desta velocidade em jogos profissionais.

LESÕES LEVES

Lipton e sua equipe usaram um tipo de exame especial, conhecido como imagem por tensor de difusão, que visualiza nervos e tecidos cerebrais.

Os 32 voluntários que passaram pelo exame disseram aos médicos qual a frequência com que cabeceavam a bola durante treinos e jogos.

Com os exames, os médicos descobriram que os jogadores que eram "cabeceadores frequentes" tinham sinais óbvios de lesões traumáticas leves no cérebro.

Cinco regiões do cérebro sofreram danos --áreas da frente do cérebro e na direção da parte de trás do crânio, onde ocorrem processos ligados à atenção, memória, funcionamento executivo e funções da visão.

Os pesquisadores avaliam que as lesões foram se acumulando com o tempo.

"Cabecear uma bola de futebol não tem um impacto que vai romper fibras nervosas no cérebro", afirmou Lipton, ao apresentar sua pesquisa, na reunião anual da Sociedade Radiológica da América do Norte.

"Mas cabeçadas repetitivas podem desencadear uma série de respostas que podem levar à degeneração das células do cérebro."

NÚMERO MÁXIMO

Os voluntários que tiveram seus cérebros examinados pela equipe de Lipton também fizeram testes para checar suas habilidades cognitivas como memória verbal e tempos de reação. Eles foram mal nestes testes.

Os danos ocorreram em jogadores que afirmaram cabecear a bola pelo menos mil vezes por ano.

Segundo os pesquisadores, apesar de parecer um número alto, mil cabeçadas por ano significam apenas algumas cabeçadas por dia para um jogador que pratica o esporte com frequência.

Os médicos americanos afirmaram que serão necessários mais estudos para determinar um número seguro de cabeçadas para os jogadores de futebol.

Mas, para Andrew Rutherford, da Escola de Psicologia da Universidade de Keele, no Reino Unido, a pesquisa apresentada pelos médicos americanos não é convincente. O britânico pesquisa os danos causados por cabeçadas há anos.

Para Rutherford, os médicos americanos estão analisando os dados errados porque a maioria das lesões na cabeça ocorridas no futebol se deve ao impacto entre as cabeças dos jogadores, e não ao impacto da bola.

Da BBC BRASIL

Americano usa matemática para identificar foto digital retocada

Um professor americano de Ciências da Informática criou, com a ajuda de um aluno, uma fórmula matemática para descobrir fotografias retocadas digitalmente.

A reportagem, publicada na segunda-feira pela revista "PNAS", explica a recente controvérsia gerada pela alteração de fotos digitais publicadas nos meios de comunicação. De acordo com a Associação Médica Americana, elas podem contribuir para gerar expectativas pouco realistas da imagem corporal.

Para detectar essas imagens trucadas, o professor Farid Hany, do Departamento de Ciências da Informática do Dartmouth College, e o aluno de doutorado Eric Kee projetaram um método que permite calcular com precisão em que medida as imagens foram retocadas.

Em um primeiro teste, utilizaram mais de 450 fotos originais que, posteriormente, receberam um retoque e foram publicadas em meios de comunicação digitais. A partir daí, estabeleceram oito critérios geométricos e fotométricos comuns a todas elas.

Posteriormente, eles combinaram todos os parâmetros em cada par de fotos, com o objetivo de determinar o grau no qual as imagens tinham sido manipuladas.

Além disso, perguntaram a mais de 350 pessoas que comparassem o mesmo par de fotos e as classificassem em uma escala de 1 (muito similar) a 5 (muito diferentes).

Os pesquisadores incorporaram estes resultados à fórmula para obter uma média de retoque por cada par de fotos.

Os efeitos adversos a longo prazo na saúde pública de retocar de maneira inadequada as imagens publicadas levaram alguns países a considerar a identificação obrigatória para as fotos retocadas.

Segundo os autores do estudo, além de ser um método quantitativo para avaliar as alterações digitais de fotografias, sua fórmula também pode servir como elemento de dissuasão contra o retoque extremo.

Da EFE

Laptop com Wi-Fi pode diminuir qualidade do esperma, diz estudo

Cientistas argentinos escreveram em relatório na revista "Fertility and Sterility" que o Wi-Fi pode reduzir a qualidade do esperma.

Os pesquisadores coletaram amostras de sêmen de 29 homens saudáveis, colocaram algumas gotas embaixo de um laptop conectado à internet via Wi-Fi e em seguida começaram o download de algum arquivo.

Quatro horas mais tarde, um quarto dos espermatozóides já não estavam nadando, em comparação com apenas 14% do sêmen armazenado na mesma temperatura, porém longe do computador. E 9% mostrou danos no DNA, três vezes mais do que as amostras de comparação.

O culpado? Radiação eletromagnética gerada durante a comunicação sem fio, dizem os cientistas.

"Nossos dados sugerem que o uso de um computador portátil sem fio conectado à internet, posicionado perto os órgãos reprodutores masculinos, podem diminuir a qualidade dos espermatozóides humanos", conclui o relatório.

Mas o resultado do estudo é colocado em dúvida pelo Dr. Robert Oates, pai de dois filhos --apesar de ter um laptop e um iPad. Presidente da Sociedade de Reprodução Masculina e Urologia, Oates diz que o estudo "não é vida real, é um cenário completamente artificial. É cientificamente interessante, mas para mim não tem qualquer relevância biológica humana".

DA REUTERS

Nota Oficial - Invasão de "hackers" aos sites dos Náutico

videogame-xixi-hg

Nunca é demais jogar videogame, certo?

Pois agora até no banheiro você vai poder jogar - e sem usar as mãos.

Um bar de Londres, na Inglaterra, colocou videogames junto aos mictórios no banheiro.

Tudo funciona da seguinte forma. O cara precisa mirar nos sensores que estão no mictório para fazer os jogos funcionarem.

Se o xixi acabar, acaba o jogo também e é por conta disso que, segundo o site Newslitte, os donos do bar esperam vender mais bebidas.

O único problema é que só os homens podem jogar. Nenhuma versão feminina dos jogos foi desenvolvida.

Será que o game vai se chama Xixii?

segunda-feira, 28 de novembro de 2011

Trabalhar à noite favorece o ganho de peso

O turno noturno provoca alterações hormonais que fazem com que o organismo não reconheça sinais de saciedade

Alimentação: pessoas que trabalham à noite tendem a comer mais devido a uma desregulação hormonal
Quem trabalha à noite fica predisposto a engordar. Isso porque, de acordo com um estudo da Faculdade de Ciências Médicas da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), o turno noturno provoca alterações hormonais que fazem com que o organismo não reconheça mais sinais de saciedade. "“Já havia uma ideia de que pessoas que trabalham à noite comem mais, mas não se sabia se elas sentiam ou não mais fome e o porquê disso"”, diz o endocrinologista Bruno Geloneze Neto, coordenador do estudo.

Para entender a influência do turno noturno sobre o comportamento alimentar, os pesquisadores avaliaram 24 trabalhadoras do Hospital das Clínicas da Universidade Estadual de Campinas (HC - Unicamp). Elas foram submetidas a refeições padrões, que consistem na ingestão de 515 calorias, com uma dieta hiperproteica e hiperlipídica. Além disso, todas tinham a mesma faixa de índice de massa corpórea (entre 25 e 35), padrões semelhantes de atividade física e de condições socioeconômicas e culturais. Do total, 12 funcionárias trabalhavam à noite e 12 eram do turno diurno.

Após as refeições as mulheres ficavam por observação durante quatro horas. Segundo Geloneze, ao terminarem de comer, as funcionárias que trabalham à noite não passavam pela queda do hormônio grelina nem pelo aumento da substância xenina - são elas que geram a saciedade no organismo. Por outro lado, esse balanço hormonal costuma ocorrer em qualquer pessoa que leve uma rotina normal. A grelina também reduz o gasto de energia, promove a retenção da gordura e aumenta a produção de glicose no corpo.

Agência Estado

Ônibus e vans lotam o estacionamento do Moda Center nesta segunda-feira

Veja as imagens desta segunda-feira (28) no Moda Center Santa Cruz. De acordo com o Sargento Botelho, supervisor de trânsito do Moda Center, até às 15h de hoje, o parque já havia recebido 280 ônibus e 270 vans.


Blog do Mopda Center

sábado, 26 de novembro de 2011

No sufoco, Sport vence o Vila Nova e volta à Série A depois de dois anos

Thiaguinho, do Sport, e Ricardinho, do Vila Nova, disputam bola durante partida válida pelo Campeonato Brasileiro Série B
Depois de dois anos, o Sport está de volta à elite do futebol brasileiro. Neste sábado, debaixo de muita chuva no estádio Serra Dourada, em Goiânia, a equipe pernambucana conseguiu uma dramática vitória contra o já rebaixado Vila Nova por 1 a 0, na última rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. O gol salvador foi marcado por Bruno Mineiro, aos 28 da etapa final.
O resultado garante a quarta colocação da Série B ao Sport, que soma 61 pontos e se junta à Ponte Preta, Náutico e Portuguesa (campeã) na primeira divisão do próximo ano no futebol nacional.

Apesar do resultado final, a partida não foi nada fácil para o time de Recife. Até o gol histórico de Bruno Mineiro, o Sport estava ficando de fora da primeira divisão do ano que vem pois, mesmo com as derrotas parciais de Bragantino e Vitória, o Boa Esporte estava vencendo e ficando com a vaga.

Porém, o gol de Bruno Mineiro mudou tudo, e o Sport confirmou o favoritismo contra o Vila Nova. O Boa Esporte vencia o já rebaixado Duque de Caxias por 2 a 0, chegou a ficar por uns instantes na Série A, mas vacilou e ficou no empate por 2 a 2, na sétima posição. Já o Vitória, que começou a penúltima rodada da Série B no G-4, venceu o ASA por 2 a 1 e termina sua campanha em quinto lugar com 60 pontos. O Bragantino, que caiu diante do Paraná, ficou em sexto com 58 pontos.

O jogo - Mesmo apoiado por muitos torcedores que deixaram o Nordeste rumo ao Centro-Oeste e enfrentaram chuva forte durante a partida, o Sport não conseguiu se impor diante do desfalcado e já rebaixado Vila Nova. As muitas poças espalhadas pelo gramado e, principalmente, o nervosismo atrapalharam os pernambucanos.

Na tentativa de colocar a equipe ainda mais à frente, o técnico Mazola Júnior fez uma substituição logo aos 17 minutos com a entrada do atacante Bruno Mineiro na vaga de Roberson, mas não teve rápido resultado na busca por se manter no campo de defesa rival e colocar o quanto antes a bola nas redes.

Quem esteve mais perto de abrir o placar acabou sendo o Vila Nova, em carrinho de Leandro Cearense que o goleiro Magrão defendeu com os pés. O perigo parece ter acordado o Leão da Ilha, que logo na sequência assustou em duas cobranças de falta de Marcelinho Paraíba. Os anfitriões, por sua vez, ainda encerraram o primeiro tempo obrigando o goleiro Magrão a fazer nova boa defesa em tentativa de Leandro Cearense.

Na etapa final, Mazola colocou Misael e Junior Viçosa, mas tinha também os impedimentos como problema, prova do nervosismo de seus comandados. O dilúvio que caia também tornava ainda mais complicada missão de colocar o Sport na primeira divisão novamente.

Luis Cetin também atrapalhava, já que aos 20 minutos evitou gol de Marcelinho Paraíba em cobrança de falta. O jovem goleiro, entretanto, acabou virando herói rubro-negro aos 27 minutos. A zaga falhou, deixando Bruno Mineiro sem marcação na pequena área, mas o atacante também errou, cabeceando em cima do arqueiro. A bola molhada, porém, não ficou nas mãos de Cetin, que ainda saltou para agarrá-la, já dentro do gol.

O alívio estava claro nos rostos dos jogadores do Sport. A apreensão dos torcedores que foram ao Serra Dourada se tornou alegria celebrada até com choro. O retorno à Série A era questão de minutos, a festa já ocorria dentro do gramado.

FICHA TÉCNICAVILA NOVA-GO 0 X 1 SPORT
Local: Estádio Serra Dourada, em Goiânia
Data: 26 de novembro de 2011, sábado
Horário: 17 horas (de Brasília)
Árbitro: Heber Roberto Lopes (PR)
Assistentes: José Amilton Pontarolo e José Carlos Dias Passos (ambos do PR)
Cartões amarelos: Thiago Irineu, Romário, Paulo Régis e Antônio Carlos (Vila Nova); Marcelinho Paraíba (Sport)
Gol:
SPORT: Bruno Mineiro, aos 27 minutos do segundo tempo

VILA NOVA: Luís Cetin; Victor Ferraz, Túlio, Gabriel e Paulo Régis (John Lennon); Thiago Irineu, Geovane, Romário (Antônio Carlos) e Diego Henrique; Leandro Cearense e Ricardinho (Felipe)
Técnico: Roberto Cavalo

SPORT: Magrão; Renato (Júnior Viçosa), Tobi, Gabriel e Wellington Saci; Rithely, Robston, Thiaguinho e Marcelinho Paraíba; Willians (Misael) e Roberson (Bruno Mineiro)
Técnico: Mazola Júnior

Reveja sua história e fortaleça-se

Vivemos um tempo em que cada pessoa busca, com diferentes graus de empenho, compreender-se melhor como indivíduo. Frutos deste tempo são a psicanálise, a antroposofia, a teosofia, o humanismo, as diversas correntes psicoterápicas e a aproximação da filosofia com estas correntes.

O ser humano tem hoje maior consciência de si do que em séculos passados, o que gera mais questionamentos. Nossas decisões deixaram de ser guiadas unicamente pela lógica das circunstâncias externas e passaram a levar em conta nosso mundo interior, nossas aspirações, nossos desejos. Cada vez mais temos notícias de pessoas que largaram carreiras bem sucedidas em termos de dinheiro e prestígio, para dedicarem-se a uma vida mais simples, mas que corresponde a uma busca interior de mais tempo junto às pessoas queridas, à possibilidade de dedicar-se a um hobby, ou a outro interesse qualquer que não diretamente ligado à profissão de origem. Exemplos deste movimento são executivos que trocam os escritórios por uma pousada numa praia escondida no litoral.

Respostas estão na própria vida

Nosso eu interior, nosso mundo interno, cada vez fala mais alto e exige mais respostas. As perguntas centrais são: "Quem eu sou, afinal? O que eu quero fazer com a minha vida? O que estou fazendo?" É aí que reside a importância da Terapia Biográfica. Porque não há melhor material para entendermos o que queremos das nossas vidas do que a história de nossas próprias vidas. Nossas questões essenciais em relação a nossas vidas só podem ser respondidas no contexto da vida em si. O que traz respostas reais são os fatos da vida que levamos até aqui, como reagimos a eles, como os criamos, como os sentimos, como os transformamos em padrões, e porque não conseguimos sair destes padrões.

Estas respostas são a chave para que, através do pensamento e do sentimento, possamos agir no sentido de modificar nossas vidas, tornando-as plenas de sentido.

Através do trabalho biográfico, o participante treina um distanciamento em relação à sua própria vida, como se a visse como uma paisagem. Com o prosseguimento do trabalho, é preciso criar um senso de responsabilidade por sua própria biografia, depois de entender pequenas frações da sua história, saindo do lugar de vítima das circunstâncias. Através deste trabalho, uma pessoa pode sair da posição de deixar as coisas acontecerem a ela e assumir a direção de sua própria vida.

Metas de mudança

Este não é um processo fácil ou mágico, do tipo "vou fazer umas atividades numa tarde, relembrar algumas coisas e tudo vai entrar nos eixos." Não, este é um processo que pode ser longo e cansativo, e geralmente nem um pouco fácil. Afinal, a pessoa se defronta com fatos que preferiria deixar debaixo do tapete da memória para sempre, não fossem eles causadores de tantos outros sofrimentos e padrões de comportamento dolorosos. E quando você começa a trabalhar com estes fatos e compreendê-los, você pode chegar a escolhas para o futuro, totalmente baseadas na sua biografia. Esta é a essência da Terapia Biográfica: unir o passado, o presente e o futuro ao redor da questão de cada um, para que a pessoa possa tomar a vida em suas próprias mãos.

A Terapia Biográfica é aplicada de diversas formas, em diferentes situações. Os encontros biográficos, que duram quatro dias, são oportunidades de rever toda a história de forma panorâmica, como se você estivesse olhando do alto de uma montanha para a sua vida. Dessa experiência pode-se separar o que é essencial do que é acessório. Esta visão panorâmica é apoiada por atividades artísticas, neste caso em especial a aquarela, em que muito se diz sem palavras. O momento final é dedicado a estabelecer o seu próprio programa de metas de mudanças, baseado exclusivamente no que você viu nesse panorama. É uma oportunidade realmente intensiva, pois eu pergunto: quando é possível dirigir nosso olhar para a nossa própria história por quatro dias? Ser prioridade para si mesmo por quatro dias? As pessoas que participam dos panoramas biográficos saem muito motivadas a mudar no que é preciso (obtêm uma clareza bem maior do que é preciso mudar), pois enxergam o que é essencial nas suas vidas. E este é o objetivo maior da Terapia Biográfica, uma terapia antroposófica.

Marcelo Guerra

sexta-feira, 25 de novembro de 2011

Copa: Fraude mostra que governo perdeu todos limites, diz Freire

Copa: Fraude mostra que governo perdeu todos limites, diz Freire O governo perdeu todos limites e compostura. A avaliação é do deputado federal Roberto Freire (PPS-SP), ao comentar a denúncia que envolve o Ministério das Cidades em operação fraudulenta que possibilitou alteração no projeto de mobilidade urbana em obra da Copa em Mato Grosso.

A reportagem publicada ontem pelo jornal O Estado de S. Paulo revelou que parecer técnico recomendando a implantação do BLT (ônibus em corredores exclusivos) em Cuiabá (MT) foi fraudado pelo ministério para dar lugar a um sistema mais rápido e mais caro e com conclusão mais demorada, como o metrô e VLT (Veículos Leves sobre Trilhos). A irregularidade eleva o valor da obra em mais de R$ 700 mil.

Para Roberto Freire, presidente nacional do PPS, a fraude no documento é grave e comprova a falta de seriedade do governo.“Essa denúncia é gravíssima, comprova que não temos um governo sério, que a bandalheira domina”, criticou o presidente nacional do PPS.

De acordo com o jornal, a fraude na nota técnica foi mantida, mesmo com o alerta da CGU (Controladoria-Geral da União), que reprovou a viabilidade financeira da obra. “É por isso que é esculhambação, um diz uma coisa, mas o outro faz outra, mas o que se faz é a negociata, a malfeitoria, a roubalheira”, afirmou.

Apesar da série de irregularidades, em apenas onze meses de gestão, Roberto Freire disse que o governo federal tenta passar à opinião pública a imagem de governo forte e que não se dobra às denúncias.

Ele defendeu ainda todas as ações que estão sendo tomadas pelos partidos de oposição e os órgãos de controle para apurar as irregularidades. “O Congresso Nacional, Ministério Público, o TCU, todos têm que entrar neste caso", cobrou o parlamentar.

Por: Nadja Rocha

Ministro chora e se diz vítima de preconceito da "imprensa do sul"

Mário Negromonte chorou depois de receber mensagens de apoio durante o lançamento da segunda etapa do Programa Minha Casa, Minha Vida

Mario Negromonte durante evento do programa Minha Casa Minha em Salvador, Bahia (Valter Pontes/Coperphoto/AE)
Envolvido em denúncias de fraude na alteração do projeto de mobilidade urbana de Cuiabá, o ministro das Cidades, Mário Negromonte (PP), disse nesta sexta-feira, em Salvador, ser vítima de "fogo amigo" dentro do governo e acusou a imprensa de ser preconceituosa com mulheres e nordestinos. "Identifico fogo amigo, claro que sim! Partidos da base aliada e o próprio PP nacional – não da Bahia – têm interesse no Ministério", acusou. "As denúncias surgem porque o Ministério é importante. A gente toma conta de diversos programas, como o Minha Casa, Minha Vida, de 170 bilhões de reais, o de saneamento básico, de 50 bilhões de reais, o de mobilidade urbana, de 30 bilhões de reais. E a gente contraria muitos interesses. Aqui e acolá tem meia dúzia de insatisfeitos na bancada, é normal".

O ministro participou durante a manhã de um evento no qual foi anunciada a construção de imóveis da segunda etapa do Programa Minha Casa, Minha Vida. Durante a solenidade de lançamento da segunda etapa do programa, Negromonte chorou depois de receber mensagens de apoio nos discursos do presidente da Assembleia baiana, Marcelo Nilo (PDT), e do presidente da União dos Municípios da Bahia (UPB), Luiz Caetano (PT). O ministro se emocionou ao cumprimentar Nilo em seu discurso. "Quero dizer que você é um grande amigo", disse, antes de perder a voz. "Obrigado pela solidariedade. Fique certo que eu jamais irei decepcionar os amigos, o povo da Bahia ou meus familiares".

Deputado eleito pela Bahia, Negromonte acusou a "imprensa do sul" de ser preconceituosa. "As denúncias vêm de parte da imprensa, insatisfeita com o governo federal, interessada em enfraquecer a presidente Dilma Rousseff", afirmou. "É uma mulher e existe discriminação. Existe discriminação com o nordestino também. Fizeram uma ilação com a Festa do Bode (Negromonte é acusado de tráfico de influência para ajudar a financiar o evento). Se fosse a Festa da Uva ou da Maçã, certamente ninguém faria discriminação. Mas como é Festa do Bode, coisa de nordestino, e o ministro é nordestino, tome cacetada".

Sindicância - Sobre a possibilidade de exonerar auxiliares, o ministro disse ter instaurado uma sindicância para "apurar eventuais irregularidades" e ter avisado a Controladoria-Geral da União (CGU) e o Ministério Público. "Disponibilizei toda a documentação original", disse. "Mas não vou culpar ninguém antes de julgar. A sindicância vai apontar se houve erro e não vou passar a mão na cabeça de ninguém".

O ministro, porém, diz não ver irregularidades, previamente. "É bom que se entenda que ainda não houve licitação, quem tiver desconfiança tem de ir ao Mato Grosso procurar o governador Sinval Barbosa (PMDB)", declarou. "O governo passado tinha feito uma proposta de BRT e o governador achou por bem mandar os técnicos analisarem melhor e quis o VLT, que é uma coisa mais moderna. Aí, mandou a proposta para Brasília, para uma decisão colegiada da Gecopa, que reúne técnicos dos Ministérios das Cidades, do Planejamento, da Fazenda, do Turismo e do Esporte. Quando ele nos procurou, propondo a alteração, eu disse: 'mudar o modal, tudo bem, mas você vai ter de batalhar para conseguir mais recursos'. Ele vai conseguir mais recursos buscando o financiamento através do seu governo".

Negromonte disse estar tranquilo sobre sua permanência no cargo. "Quem me ligou foi o ministro Gilberto Carvalho (secretário-geral da República), dizendo que eu ficasse tranquilo, que a presidente da República conhece todo o trâmite, que por ela não tem problema nenhum", disse. "Não tenho apego a cargo, não vou ficar de joelhos para ninguém. Fico muito honrado de fazer este trabalho junto com a presidente Dilma, a primeira mulher presidente do Brasil, mas só vou ficar lá se me sentir confortável e ela também. Se eu sentir que ela não me quer, eu vou lá e entrego".

Agência Estado

Promotoria apura se ex-prefeito usou verba para ir a prostíbulos

O Ministério Público está investigando o ex-prefeito de Miguelópolis (interior de SP) Cristiano Barbosa Moura (PSDB) por suspeita de ter usado dinheiro público para pagar casas de prostituição em Ribeirão Preto e São Paulo.

Na tarde desta quinta-feira, duas testemunhas apresentaram versões conflitantes no caso.
Moura, que foi prefeito da cidade entre 2004 e 2008, nega que tenha usado indevidamente recursos públicos.

A Promotoria ingressou com denúncia acusando o ex-prefeito de apresentar notas de locais que funcionam como casas de prostituição para justificar gastos de hospedagem e alimentação.

De acordo com o promotor Frederico Francis Mellone de Camargo, são 11 notas fiscais de estabelecimentos do tipo --totalizando R$ 2.600.

As notas foram entregues à Promotoria pela atual administração municipal --comandada por Vergilio Barbosa Ferreira (PP)--, segundo afirmou Camargo.

O promotor disse que, em audiência do caso nesta quinta-feira, uma das testemunhas, um ex-segurança de Moura, afirmou que o prefeito frequentava as casas de prostituição em viagens oficiais da prefeitura.

Segundo Camargo, o segurança já havia dado a mesma versão em depoimento durante o inquérito policial.
Já outra testemunha, que atuava como motorista do ex-prefeito, disse que viajava com Moura frequentemente e negou que ele tenha visitado os locais de prostituição.

Agora, segundo o promotor, outras testemunhas ainda serão ouvidas no caso, além do próprio prefeito.
Um exame grafotécnico também será realizado para verificar se são do prefeito os vistos existentes nas notas.

OUTRO LADO
A Folha não conseguiu localizar o ex-prefeito para falar sobre o assunto.
De acordo com o promotor, Moura nega as irregularidades --o ex-prefeito afirma que as notas fiscais foram "plantadas" contra ele e que o ex-segurança mente.

Folha.com

quinta-feira, 24 de novembro de 2011

Kristina Beiçola quer lábios ainda maiores

Pra ficar igual a personagem Jessica Rabbit, ela já levou 100 picadas na boca

Não parece que ela deu um beijo de língua numa colmeia de abelhas?
Exagerar no botox é normal entre as celebridades e algumas pessoas comuns também não ligam de ficar com a a aparência, digamos, emborrachada.
A russa Kristina Rei, de 22 anos, quer ficar parecida com a sensual personagem Jessica Rabbit, do filme Uma Cilada Para Roger Rabbit.

Para isso, ela aumentou os lábios mais de 100 vezes.

Isso mesmo! Ela tomou CEM picadas na boca!

Se você acha que isso é um exagero sem noção, saiba que Kristina não pretende parar.

- Eu acho que estou fantástica e isso me faz feliz. Eu sei que algumas pessoas acham ridículo, mas eu não ligo. Eu quero ir ao extremo, ficar parecida com um desenho animado.

A fofa ainda quer deixar as orelhas pontudas como as de um elfo - coisa que, cá entre nós, já vai um pouco além da ruiva gostosa que, de tanto dar risada, ficou apaixonada por Roger Rabbit.

Abaixo você vê uma foto de Kristina antes de começar as cirurgias.

Mudou bastante, não?

Essa é Kristina antes de virar beiçola. Você acha que ela ficou mais bonita depois das cirurgias ? (Foto: Reprodução/The Mirror)
 R7

Cantor Renner é internado em Brasília

Cantor Renner é internado em Brasília
O sertanejo Renner, que fez dupla com Rick, está internado numa clínica de reabilitação em Brasília. A clínica não informa que tipo de tratamento o cantor está fazendo. No final da tarde de hoje, haverá uma coletiva do médico responsável pelo tratamento do cantor.

Síndrome do Pânico

De acordo com a equipe de Renner, trata-se de uma internação por conta de síndrome do pânico. O cantor estaria ao lado da família, de férias, quando teria tido uma crise.

Quando se separou de Rick, em 2009, Renner conseguiu um investidor, que viabilizou seu lançamento como artista solo. Recentemente, pelo fato de não ter havido muita repercussão com a nova carreira, o investidor saiu e o cantor ficou sem condições de bancar o trabalho.

Atualmente, Renner mora sozinho em São Paulo. Em 2001, o cantor sofreu um acidente que resultou na morte de duas pessoas, e foi considerado culpado pela justiça.

R7

Jair Bolsonaro solta baixaria sobre a presidente Dilma

O deputado Jair Bolsonaro (PP-RJ) voltou à carga. Em discurso na tribuna da Câmara nesta quinta-feira, além de repetir as tradicionais críticas às políticas pró-homossexuais do governo, deu um passo além: questionou a sexualidade da presidente da República.

Dilma Rousseff, pare de mentir! Se gosta de homossexual, assuma! Se o seu negócio é amor com homossexual, assuma, mas não deixe que essa covardia entre nas escolas do primeiro grau!”, esbravejou, ao apontar aquilo que chama de Kit Gay 2 – uma campanha elaborada sob o pretexto de combater o preconceito contra homossexuais nas escolas.

O deputado Alfredo Sirkis (PV-RJ), que discursou em seguida, reprovou a postura de Bolsonaro: “O que nós ouvimos aqui hoje foi um discurso que, se entendi direito, faltou com o decoro parlamentar ao fazer insinuações a respeito da própria presidente da República, quando acho que a opção sexual de qualquer ser humano, deputado, é uma questão de foro íntimo desse mesmo ser”.

EXAME.com

A velocidade midiática

A cada dia surge uma nova tecnologia, um novo público, uma nova tendência, uma nova velocidade, e o profissional que trabalha na área de comunicação mais do que qualquer um tem que acompanhar essa evolução midiática em tempo real.

Hoje os clientes estão cada vez mais exigentes e seguros do que querem, isso é muito bom, e quem trabalha com comunicação tem que acompanhar esse momento, na verdade ele precisa se antecipar e surpreender seus clientes e consumidores. O maior erro que uma empresa de comunicação pode cometer é se acomodar com a qualidade alcançada, vale a pena pensar que o que satisfaz o cliente hoje pode ser insuficiente amanhã.

Por isso é cada vez mais importante se qualificar, procurar implantar novidades e criar tendências, participar de cursos, congressos e principalmente dialogar com companheiros de profissão. Com a qualificação vem a segurança, que é fundamental no momento de apresentar seu trabalho para um cliente em potencial mas isso será assunto para um próximo texto.

Gilberto Silva
Jornalista
Diretor da G2 Comunicação Integrada
@gilbertosilvag2

Mulheres poderão fazer exames no Moda Center

Nos dias 05 (das 13h às 17h) e 06 de dezembro (das 8h às 12h), a Secretaria Municipal de Saúde estará no Moda Center Santa Cruz realizando a Campanha Contra o Câncer de Colo Uterino.

As mulheres, clientes, visitantes e colaboradoras do Moda Center, terão à disposição um trailer onde elas receberão orientações e poderão fazer exames de citologia. A secretaria informa ainda que serão necessários os seguintes requisitos:

· Apresentar documento de identificação (RG);

· Estar ao menos com 07 dias após o final da menstruação;

· Estar ao menos 02 dias sem ter relações sexuais;

· Não estar usando duchas, medicamentos ou cremes vaginais também por 02 dias.

A diretoria do Moda Center ressalta a importância da ação para as mulheres que atuam no parque.

“A saúde da mulher que trabalha no Moda Center, seja ela vendedora, cliente ou nossa colaboradora não pode ser negligenciada. Vamos trazer mais ações como essa para contribuir com as mulheres que tantas alegrias nos dão com seus importantes trabalhos”, disse Fátima Nascimento, tesoureira do condomínio.

Vejam como foi nossa chegada aos 1000 acessos

Chegamos aos 1000 acessos!!!


É com muita alegria que estamos chegando aos mil visitantes em nosso blog que começou na intenção de descontrair e levar informações dos mais diferentes assunto. são 1000 visitas em 81 dias, o q dá 12,35 ao dia, sendo assim... no ritmo que vamos quando for aproximadamente daqui ha 222 anos estaremos com "UM MILHÃO DE ACESSOS!!" Vamos juntos em busca deste objetivo! Contamos com sua visita!!


Abraços e fiquem sempre a vontade!

Postado por MELK LEÃO às 3/04/2010 08:03:00 PM

Reações:

1 comentários:

Anônimo disse...

MEUS PARABÉNS PELA DEDICAÇÃO A INFORMAÇÃO.´´E UM BOM TRABALHO QUE PRECISA SER APRECIADO POR MUITOS OUTROS CEM MIL.

UMABRAÇO PACAS.
13 de março de 2010 12:51

OBRIGADO PELOS 100 MIL ACESSOS!!

Obrigado a cada um que nos visitou durante todo esse tempo e que fez com que chegasse-mos aos 100.000 acessos.

É com muita alegria que atingimos uma marca tão importante e em tão pouco tempo, pois nossa previsão inicial era de chegar nesse número daqui uns 5 anos... foi isso mesmo. depois explicarei o porque.

Criamos este espaço para vocês e deixo ele a disposição de cada uma para deixar suas mensagens, temas e até matérias que desejarem postar aqui.

Um grande abraço a todos, muito obrigado e continuem nos visitando cada vez mais.

Logo mais traremos uns números que tinha-mos no inicio de nosso blog para vocês terem uma ideia de como estava-mos otimistas com as visitações.

Participe desta Campanha: NATAL SEM FOME 2011

Cidades adultera documento e eleva em R$ 700 milhões projeto da Copa

Com aval do ministro, diretora de Mobilidade Urbana assina parecer forjado que recomenda projeto de Veículo Leve sobre Trilhos em Cuiabá e desbanca projeto original de linha rápida de ônibus

O Ministério das Cidades, com aval do ministro Mário Negromonte, aprovou uma fraude para respaldar tecnicamente um acordo político que mudou o projeto de infraestrutura da Copa do Mundo de 2014 em Cuiabá (MT).

Documento forjado pela diretora de Mobilidade Urbana da pasta, com autorização do chefe de gabinete do ministro, Cássio Peixoto, adulterou o parecer técnico que vetava a mudança do projeto do governo de Mato Grosso de trocar a implantação de uma linha rápida de ônibus (BRT) pela construção de um Veículo Leve Sobre Trilhos (VLT).

ÁUDIO 1: "Nós fizemos outra nota técnica, com o mesmo número sim"


ÁUDIO 2: Não era uma boa ideia fazer o parecer do MT baseado na analise do Higor

ÁUDIO 3:"Fizemos uma revisão juntas da nota técnica que seria encaminhada para o MP"

ÁUDIO 4: "Nosso trabalho é para o governo, a nota técnica de vocês é para o governo"
 
Com a fraude, o Ministério das Cidades passou a respaldar a obra e seu custo subiu para R$ 1,2 bilhão, R$ 700 milhões a mais do que o projeto original. A mudança para o novo projeto foi publicada no dia 9 de novembro na nova Matriz de Responsabilidades da Copa do Mundo.

Para tanto, a equipe do ministro operou para derrubar o estudo interno de 16 páginas que alertava para os problemas de custo, dos prazos e da falta de estudos comparativos sobre as duas mobilidades de transporte.

O novo projeto de Cuiabá foi acertado pelo governo de Mato Grosso com o Palácio do Planalto. A estratégia para cumpri-lo foi inserir no processo documento a favor da proposta de R$ 1,2 bilhão.

Numa tentativa de esconder a manobra, o "parecer técnico" favorável ficou com o mesmo número de páginas do parecer contrário e a mesma numeração oficial (nota 123/2011), e foi inserido a partir da folha 139 do processo, a página em que começava a primeira análise.

O analista técnico Higor Guerra foi quem assinou o parecer contrário. Ele era o representante do ministério nas reuniões em Cuiabá para tratar das obras de mobilidade urbana da Copa - a última, em 29 de junho.

O parecer dele, do dia 8 de agosto, mostrava que os estudos do governo de Mato Grosso "não contemplaram uma exaustiva e profunda análise comparativa". Os prazos estipulados, alertou, "são extremamente exíguos". Além do mais, o BRT já estava com o financiamento equacionado.

Em reunião com assessores na última segunda-feira, no sexto andar do Ministério das Cidades, a diretora de Mobilidade Urbana, Luiza Vianna, disse que a ordem para mudar o parecer partiu de Cássio Peixoto, braço direito de Negromonte, e Guilherme Ramalho, coordenador-geral de Infraestrutura da Copa de 2014 do Ministério do Planejamento. "Ambos me telefonaram", disse. O Estado teve acesso a uma gravação da reunião.

No dia 6 de outubro, atendendo a essas ordens superiores, Luiza Vianna pediu para Higor Guerra alterar seu parecer. O funcionário negou-se a assinar o outro documento e pediu desligamento há duas semanas por escrito ao secretário Nacional de Transporte e da Mobilidade Urbana, Luiz Carlos Bueno de Lima.

Leandro Colon, O Estado de S.Paulo

Blogueira que queria transar com cem homens diz que parou de contar

"Letícia Fernandez", 31, reparou que estava transando com dois parceiros diferentes por semana. Era fevereiro: naquele ritmo, faria 96 em um ano. Como 96 é quase cem, criou o blog Cem Homens para compartilhar sua promessa de Ano-Novo: transar com a maior quantidade possível de homens em 2011.

"O número redondo e o trocadilho chamam atenção, mas nunca me obriguei a transar só para atualizar o blog", avisa Letícia, que é jornalista e usa pseudônimo para não prejudicar a carreira.

Ela parou de contar lá pelo trigésimo (antes, cada post era um número, pela ordem). Agora, publica os casos, mas não diz quando foi e nem a quantas anda a sua meta.

Pesquisas apontam disparidade entre número de parceiros que homens e mulheres afirmam ter tido

Por telefone (não dá entrevista ao vivo, ficou chateada depois de ser descrita como "acima do peso" em um perfil) e com sotaque carioca (mas morando em São Paulo), a causadora de tanto barulho diz que só pretendia aumentar a variedade na cama e se conhecer melhor.

O blog tem muito sexo e companhia e também espaço para lamentações da autora: umas se referem aos comentários grosseiros que os textos despertam, outras são sobre depressão, desemprego e dificuldade em pagar a Eletropaulo (o que quase a fez acabar com o blog).

Em seus 16 anos de vida sexual, Letícia diz ter dormido com uns 120: "Sempre fiz sexo casual. Para mim, a diversidade é importante. Sem ela, fico bem menos satisfeita".

Que coragem, ainda que anônima! Mulheres são impelidas a ter menos parceiros ou a esconder a soma real para se valorizar: "A moral sexual é mais complexa do que outras questões práticas da igualdade entre sexos. Ainda hoje, a mulher que declara ter tido muitos homens não é respeitada", diz a antropóloga Mirian Goldenberg, da UFRJ.

Goldenberg pesquisou a quantidade de parceiros entre homens e mulheres (veja quadro). Ela diz ter se impressionado com a imprecisão das respostas masculinas: "Entre eles, 28% responderam 'mais de dez' ou 'muitas, perdi a conta'. Já elas sabiam exatamente com quantos foram para a cama, como se cada um fosse significativo".


Por conta das descrições detalhadas de seus encontros e de suas opiniões, Letícia recebe críticas pesadas. As mais frequentes a acusam de reproduzir um comportamento masculino decadente e de banalizar o sexo.

Acostumada a responder a ataques piores, a blogueira não se intimida: "Dizer que imito os homens é machismo, é não acreditar que mulher tenha vontade de transar com vários. A ideia é mesmo banalizar o sexo. Sexo não é uma ligação entre almas, é vontade, o que não o torna menos importante".

Segundo a autora, o Cem Homens recebe 10 mil acessos diários. O pico de audiência se deu no dia em que um locutor de rádio chamou Letícia de "a nova Bruna Surfistinha", atraindo 400 mil visitas ao blog. "A maior parte era de tarados de 70 anos, do tipo que me manda e-mails dizendo que quer ser o número 69 no blog."
média nacional

A quilometragem sexual de Letícia está muito acima da média nacional e a conta que ela faz é um tabu, ao menos entre mulheres.

Para perguntar a alguém com quantos já foi para a cama, o Datafolha usa formulários que o próprio entrevistado preenche, lacra e põe na urna sem se identificar. Para evitar inibição e mentira.

Mesmo assim, especialistas desconfiam que, como na mesa do bar, os homens inflem o número de parceiras e as mulheres escondam amantes no armário.

Segundo o último levantamento do Datafolha, de 2010, os brasileiros têm em média 20,3 parceiras durante a vida. A média das brasileiras é 3,9.

"Não dá para entender com quem eles tanto transam", brinca Dolores Aronovich, professora de literatura da Universidade Federal do Ceará e autora do blog feminista Escreva Lola Escreva.
Para ela, o blog Cem Homens é o diário de alguém que se descobre feminista: "Permitir-se ter vários homens e contar sobre eles pode ajudar na libertação".

O psiquiatra Luiz Cuschnir, do Hospital das Clínicas de SP, diz que a contagem de parceiros pode indicar compulsão e falta de autoestima: "Pode ter a ver com uma competição entre mulheres para ver quem se sente superior".

SÓ PARA IDIOTAS

Com mais humor, menos acessos e nenhum relato explícito, o blog Eu Dou Para Idiotas, da engenheira "Patrícia Faria", 26, conta os percalços de uma moça tentando se relacionar com homens que não se revelem idiotas em algum ponto da história (mesmo quando dura um dia): "É uma jornada coletiva que as mulheres empreendem". Para Patrícia, indícios de idiotice são comentários machistas e infantilidade.

"Não é uma coisa só que faz o cara ser idiota. É toda uma equação. Ele tem, digamos, o hábito de se endividar para comprar carro caro e impressionar. Se for só isso e o resto OK, não é um idiota. O problema é que sempre tem os adicionais de idiotice", diz.

Um dos adicionais, claro, é a mania de divulgar o total de fêmeas que já abateu, dando nome aos bois.

JULIANA CUNHA
COLABORAÇÃO PARA A FOLHA

Automutilação é praticada por um em 12 adolescentes

Um em cada 12 jovens se mutila, com agressões como cortes, queimaduras e batidas do corpo contra a parede.

Para os que se autoflagelam, a prática é uma tentativa de aliviar sensações como angústia, raiva ou frustração, segundo especialistas. O problema é mais comum entre mulheres de 15 a 24 anos.



As conclusões são de um estudo publicado na revista médica "Lancet", feito no King's College, em Londres, e na Universidade de Melbourne, na Austrália.

Esse é o primeiro trabalho a acompanhar a evolução da automutilação da adolescência à vida adulta.

Entre 1992 e 2008, foram avaliados 1.802 adolescentes, entre os quais 8% afirmaram ter se mutilado de alguma forma. Ao completarem 29 anos, menos de 1% dos jovens mantinham esse comportamento.

A conclusão dos autores é a de que, na maioria dos casos, o problema se resolve espontaneamente.

Isso não significa que seja dispensável buscar tratamento. Os próprios autores afirmam que, em geral, a automutilação é associada a doenças psiquiátricas como depressão, que podem precisar de atenção médica.

"Se a pessoa começou a se mutilar, merece receber avaliação e tratamento. Não se pode pensar que vai passar", afirma a psiquiatra da infância e da adolescência Jackeline Giusti, do Hospital das Clínicas da USP.

Ela afirma que, como qualquer doença psiquiátrica não tratada, o problema pode se tornar crônico e ficar mais grave. Nesse caso, o tratamento pode ser com psicoterapia ou medicamentos.

"Ao se tratar na adolescência, o jovem pode desenvolver habilidades de lidar com a frustração de outra forma, e as chances de não se mutilar mais são maiores", diz a psiquiatra.

IMPULSIVIDADE

Para Giusti, as conclusões do estudo mostram que o comportamento em relação à automutilação é parecido com o do uso de drogas: muitos experimentam na adolescência, mas só para uma minoria o comportamento se torna um problema crônico.

Segundo Hermano Tavares, professor de psiquiatria da USP, o cérebro passa por transformações importantes da metade da adolescência para o final, que favorecem a impulsividade e a vulnerabilidade para tomar decisões.

"Mais tarde existe um amadurecimento cerebral, mas isso não é sinônimo de melhora do status psíquico. A depressão continua."

Segundo um dos autores do estudo, o psiquiatra Paul Moran, do King's College, se a automutilação segue na vida adulta, o problema se torna mais sério e pode evoluir para tentativa de suicídio.

É raro que a pessoa que se agride procure tratamento sozinha. Parentes costumam descobrir o problema por acaso, segundo Giusti.

Dar broncas ao descobrir que o filho pratica automutilação só piora o quadro, de acordo com a psiquiatra.

"Os pais devem entender que esse comportamento é sintoma de alguma coisa. A mutilação é uma automedicação para a tristeza."

Folha.com

Cientistas testam lentes de contato com projeção holográfica

Lente de contato capaz de projetar imagens permitira que usuário lesse mensagens de texto diretamente em seu olho
Lente de contato capaz de projetar imagens
permitira que usuário lesse mensagens de texto
diretamente em seu olho
 Uma nova geração de lentes de contato capazes de projetar imagens para o usuário está a um passo mais perto da realidade, depois que cientistas testaram com sucesso o aparelho em animais.

A tecnologia permitiria a leitura de textos, como e-mails, através de projeções holográficas, assim como o aperfeiçoamento da visão por meio de imagens geradas por computador.

Os pesquisadores das Universidades de Washington, nos EUA, e de Aalto, na Finlândia, responsáveis por desenvolver a lente biônica, dizem que os primeiros testes, realizados com coelhos, não registraram efeitos adversos evidentes da invenção.

Incrementada através da implantação de centenas de pixels (o menor elemento de uma imagem digital), a lente poderia ser usada por motoristas para ver mapas na realidade virtual, ou checar a velocidade do seu carro projetada no para-brisa.

Na mesma linha, as lentes poderiam elevar o mundo virtual de um vídeo game a um nível totalmente novo.

Em outro tipo de uso, os instrumentos podem ser conectados a biossensores no corpo do usuário e prover informações, por exemplo, sobre o nível de açúcar no sangue.

DESENVOLVIMENTO

O produto final ainda precisa ser aperfeiçoado em relação ao protótipo, como a questão de uma fonte de energia confiável. Atualmente, a lente só funciona em um raio de poucos centímetros da bateria sem fio.

Além disso, os microcircuitos do equipamento possibilitam apenas um diodo emissor de luz (LED, na sigla em inglês), o tipo de tecnologia usada em computadores que transforma energia elétrica em luz.

Apesar das limitações, os cientistas reforçaram seu otimismo em relação ao experimento em um artigo na revista científica "Journal of Micromechanics and Microengineering".

O coordenador das pesquisas, professor Babak Praviz, disse que o grupo já conseguiu superar um importante obstáculo, o de adaptar a lente para permitir o olho humano focalizar um objeto gerado na sua superfície.

Normalmente, conseguimos ver com clareza apenas os objetos localizados a vários centímetros de distância.

"O próximo passo é acrescentar textos predeterminados nas lentes de contato", disse o cientista.

MATERIAL DELICADO

Segundo os pesquisadores, um dos maiores desafios na fabricação da lente foi trabalhar com os materiais adequados.

Enquanto os materiais usados em uma lente tradicional são delicados, a fabricação de circuitos elétricos envolve materiais inorgânicos, altas temperaturas e produtos químicos tóxicos.

Os circuitos deste protótipo foram feitos com uma camada de metal da espessura de apenas alguns nanômetros --cerca de um milésimo do cabelo humano--, com LEDs medindo apenas um terço de milímetro.

Babak Praviz diz que equipe não é a única a desenvolver esse tipo de tecnologia.

A companhia suíça Sensimed já pôs no mercado lentes de contato inteligentes que usam tecnologia de informática para monitorar a pressão dentro do olho a fim de identificar condições para glaucoma.

DA BBC BRASIL